domingo, 11 de dezembro de 2011

Meu dia D no transporte coletivo.

Tudo ia bem, como num tipico dia triste de trabalho, acordei cedo sem nenhuma vontade de levantar, fiz minhas coisas, olhei o face e na hora de sair de casa ainda pensei se iria ou não trabalhar, pois minha falta de vontade estava em alto grau, mas fui mesmo assim. Mas ai tudo começou a mudar quando eu cheguei no centro, não ví como começou e nem o motivo, mas de uma hora para outra um senhor que estava sentado com sua senhora começou a discutir com um outro senhor que ia passando pelo corredor, pois segundo o que estava sentado o que estava em pé mexeu com a mulher dele, sendo que até a mulher não sabia o que estava acontecendo, quando de repente os palavrões se  transformam em pancadaria, e das brabas pois o coletivo estava em movimento e com um numero razoável de passageiros, e o motorista teve que parar e com a ajuda de alguns outros passageiros se meteu e parou a confusão, o mais engraçado foi seguir viagem todo mundo queto como se nada tivesse acontecido. Chegando em meu local de trabalho descubro puto da vida que não era para eu estar lá, e começo o retorno para minha casa, e depois de uma longa espera chega meu busão lotado em plena 13:30 só gente bonita e cheirosa, pois é lá estava eu desfrutando de todo calor humano existente na terra, mas como tudo que tá ruim ainda pode piorar quando chego mais uma vez no centro vejo um começo de tumulto mas deixo queto já que não era comigo, mas quando meu outro busão chega eu começo a entender o porque da briga do povo, a passagem tinha aumentado 20 centavos e pegou muita gente de surpresa, pra mim ainda não faz diferença pois no passcard ainda é a mesma, e pra piorar quando o ônibus chegou não tinha cobrador e como de costume a galera se esmurra pra entrar logo e tal e na hora de passar vê que não tem ninguém, ai o povo endoida e começam a xingar o cobrador, e gente querendo pular, e mais gente querendo entrar, sendo que era umas 14:00 e o calor que já era grande ficou enorme, sei que depois de quase vinte minutos o maldito resolveu aparecer e ainda teve que ouvir um monte de merda da galera que não sabia que tinha subido o valor, depois de um bom tempo esperando o resto da mundiça entrar e passar finalmente saímos do inferno. Ainda bem que já estou em casa, pois só passei 3 horas fora e já valeram todo o meu final de semana.

Nenhum comentário: